Empresários do Paraná são alvo de operação nesta segunda-feira (17 de junho) por comando do tráfico internacional de drogas e armas no Sul do País. Policiais e agentes da Receita cumprem 50 mandados judiciais no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul contra uma organização criminosa dedicada ao tráfico internacional de entorpecentes e armas de fogo. O grupo movimentou cerca de R$ 14 milhões, segundo as investigações.

Os empresários do tráfico no Paraná e seus ajudantes foram alvo de 9 mandados de prisão preventiva, 13 mandados de busca e 22 mandados de sequestro de bens e valores. As ordens judiciais são cumpridas nas cidades de Cascavel, Toledo e Medianeira, no Paraná, Erechim, no Rio Grande do Sul, e Florianópolis, em Santa Catarina.

Como o comando do tráfico internacional de drogas e armas, conforme as investigações, têm sede em Cascavel e Toledo, todas as ordens judiciais foram expedidas pelo Juízo da 4ª Vara Criminal Federal de Cascavel. Os dois municípios são do oeste do Paraná.

As investigações da Operação Contraface começaram em 2021. Desde o início do trabalho dos policiais já foram apreendidos diversos carregamentos de entorpecentes e armas de fogo, totalizando aproximadamente 26 toneladas de maconha e 8 pistolas.

PARANÁ

As investigações apuraram que os líderes da quadrilha internacional são empresários de Cascavel e Toledo, no oeste do Paraná. Eles realizavam as operações de transporte de grandes quantidades de maconha e armas oriundas do Paraguai e destinadas a vários estados do Brasil, com uso de caminhões dotados de compartimentos ocultos (fundos falsos).

Segundo as investigações, o grupo criminoso adotava diversas formas de dificultar o conhecimento dos ilícitos pelas autoridades e assim lavar o dinheiro obtido com as práticas criminosas, tais como:

- Constituição de empresas fictícias para figurar como proprietárias dos veículos;

- Simulação da venda dos veículos para os motoristas contratados para dirigi-los;

- Constituição de contas bancárias em nome de interpostas pessoas físicas e jurídicas (laranjas) para movimentar os recursos obtidos.

FRONTEIRA

Nos últimos quinze dias duas grandes apreensões de drogas foram feitas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na região de Cascavel, no oeste do Paraná. Em uma delas, foram apreendidas três toneladas de maconha e 217 quilos de cocaína e crack. Na outra operação, também em Cascavel, um caminhão foi flagrado com uma carga mais de 1 toneladas de maconha.

Deixe seu comentário:

Veja Mais